Feb 22 2011

Eu e meu caso “Inglês”

Published by at 5:17 pm under Day by day,me and myself,videos

Não, não deixei meu Love “portuga-brasuca” por nenhum Inglês – rrsrsrsr

O inglês do título é o Inglês idioma, meu caso antigo, antigo :)

Nossa batalha já é bem longa…Fiz curso durante 4 anos no Fisk e parei no livro “avançado 1″, mas euzinha nunca me considerei avançada, pois sempre tive muito medo de falar, soltar a língua mesmo  de forma errada. Dia de speech era um terror :(  Eu suava, gaguejava, dava piriri entre outras coisinhas… Era uma comédia pastelão :)

Fiquei parada uns 3 anos sem estudar o idioma e voltei em 2009 para o Brasas com força total e uma grande meta: Falar Inglês :)

O meu interesse maior não é “ter” o diploma (claro que ele é super bem vindo) o que eu quero mesmo e entender e me fazer entender, right?!

E toda essa história porque estava eu no site da Adele (Linda, maravilhosa e poderosa) tentando entender o que ela fala neste video :)

Preciso treinar mais meu listening :)

Namastê :)

13 responses so far

13 Responses to “Eu e meu caso “Inglês””

  1. Camilleon 22 Feb 2011 at 8:54 pm

    O lance do Ingles é aprender a relaxar. Nao adianta pensar com a logica da nossa lingua. É deixar aquilo entrar igual criança faz, com naturalizadade..Falar é facil… É falar Ingles nao é facil para nós, so se relaxarmos mesmo. Por que a adolescentada volta depois de seis meses falando igual amricano nesses intercambios? Por que nao estao nem ai, a coisa entra simplesmente.
    Bjos amiga. Ou melhor, kisses e good luck!

  2. Biaon 23 Feb 2011 at 1:34 am

    Vivi, vou te falar que vc escolheu um video difícil para tentar entender viu! Sotaque britanico é fogo até para quem já tem dominio da língua, imagina para quem ainda não tem tanto?! Fora que esse video não ajuda em nada com música ao fundo!

    E a com certeza o conselho da Camille é muito valido… o importanto é falar… ninguem tá nem ai se vc fala certo ou errado, ainda mais quando sabem que vc está aprendendo (claro, que tudo tem suas excessões)! Mas o mais importante é perder o medo, e treinar bastante! :)

    bjs

  3. Merciaon 23 Feb 2011 at 4:50 am

    Vivs, vai com calma e perseveranca que vc consegue…
    a melhor forma é se colocar de frente e ter que falar… ai vc aprende rapidinho!!!!
    boa sorte e nao pensa muito… deixa fluir!!!!

    beijos
    Mercia

  4. Elviraon 23 Feb 2011 at 8:14 pm

    Oi Vivi.

    Eu também estou meio travada. Na hora H parece que não sei nada.

    Bjs.
    Elvira

  5. Babion 26 Feb 2011 at 8:23 am

    Vivi, minha dica é: Friends! Assista todo dia, com legendas mesmo… ajuda pra caramba! Você vai se acostumando com a intonação, as frases que são muito usadas e talz.
    Se vc preferir inglês britânico, eu gosto de Wallace and Gromit, também super ajuda. :)
    Beijinhos, saudades de vc. Dia desses eu e o Martin ficamos lembrando de vcs aqui. Tudo bem por aí? Beijos pro Love.

  6. Mion 26 Feb 2011 at 4:08 pm

    como vc disse Vivi, nao adianta ter so o diploma…tem que entender e ser entendido. ai sim a gente fala bem uma lingua. bjinhos!

    ps: vou te mandar meu numero aqui por sms ;)

  7. celiaon 27 Feb 2011 at 10:42 am

    Vc ta certa Vivi, o diploma nao é tao importante, mas o falar e entender é super importante. Eu lamento nao ter me dedicado mais ao ingles no tempo de estudante. Faca isso sim e pratique sempre que poder, pois do contrario, esquecemos, o que seria uma pena. Boa semana. Bj

  8. Virgíniaon 28 Feb 2011 at 10:49 am

    Vivis…é um caso a 3, vc está ciente né? Porque tenho o mesmo.

    Estou com problemas “pessoais” em relação ao blog. Estou limitada sem poder escrever coisas que quero, pois se faço isto, tem uma certa criatura (de fora) que se coça até me dar problemas. E estou em um momento muito feliz da minha vida para querer problemas ;)
    Estava pensando em colocá-lo privado e enviar convites para as pessoas de quem gosto da visita – e só estas poderiam ver o que escrevo…porém, vi que o Blogger – quando se manda convites, ele pede um login do Google, e possivelmente nem todos tem conta Google.
    Eu encontrei uma ferramenta que eu pudesse bloquear por região/zona/País – que é o que me atenderia em parte também.
    Mas não consegui ter certeza que funciona no Blogger ainda.
    Então até achar uma solução vou deixar lá meio bloqueado a todos… ;( No momento para servir de “semancol” para a dita cuja e vou postando coisas sem muito da minha opinião. O que acho chato, bloqueio da minha liberdade…mas OK por hora ;)

  9. Ilmaon 28 Feb 2011 at 12:07 pm

    Vivi, este som e’ show! O sotaque Britanico da Adele requer mesmo concentracao para entender, depois de 1hora..a cabeca ja comeca a doer..rsrsrs. Anyway, como todos os comentarios acima, eu te digo nao desanime, nao desista, tenho certeza que ate o fim deste ano teu ingles vai ser falado muito, pois vc ‘e muito esforcada e tem muitos amigos Internacionais para praticar. Como dizemos no Brasil, estas com a faca e o queijo na mao.. Boa sorte e siga em frente!

  10. Verônicaon 04 Mar 2011 at 1:40 pm

    Sorte no speack. Vejo muitos cursos focando na fala.
    aproveita as aulas e erre bastante por lá.
    beijos

  11. Verônicaon 04 Mar 2011 at 1:42 pm

    Ops.. só para adicionar. Cometa erros e treine nas aulas para acertar mais na rua. Realmente a gente aprende errando e acertando tb.
    beijos

  12. Grace Olssonon 25 Mar 2011 at 10:17 am

    VC PERDERÁ O MEDO SE ABRIR A BOCA…
    KKKKK
    Depois, vá ajustando as dificuldades que vao surgindo. No entanto, no Brasil, até meu marido que é fluente, quando viveu 3 anos, as coisas mudarame ele teve que rever algumas coisas. Ele nao tinha com quem conversar em inglês, durante grande parte do tempo, pois as criancas iam para a escola, eu saia pela manha e chegava de noite…E ele estudava português.
    Acredite que vc é capaz de tudo. E vc vai cosneguir.
    DEPOIS, É CORRER PARA O ABRACO…
    eu estive no Rio, durante uma semana e nunca vi tanta chuva…E fui nesses mesmos lugares que vc falou…

    kkk
    Quer ver , a gente cruzou o caminho e nem se viu…

  13. Grace Olssonon 25 Mar 2011 at 10:22 am

    eu cometo erros na lingua Inglesa, mas esses já diminuiram muito depois que dei para escrever no idioma. Eu tive que reaprender depois do avc que eu sofri. Mas, as coisas estao andando. Tenha fé!
    Ah..leia romances água com acúcar em inglês e eu nunca me esqueci do que uma professora de idioma, aqui, na Suécia falou: NINGUÉM É TOTALMENTE FLUENTE NUMA LÍNGUA QUE NAO SEJA A SUA LÍNGUA MAE! E ATÉ NESSA, COMETE-SE DESLIZES.
    Essas foram as palavras de Monica Sjödin, uma das mais conhecidas professoras de idioma da cidade sueca em que vivo.

    dias felizes

Trackback URI | Comments RSS

Leave a Reply

CommentLuv badge